Built with Berta.me

  1.  (C) Nuno Coelho

     (C) Nuno Coelho

     

  2. A Mezzanine convidou Antonija Livingstone (coreógrafa e performer canadiana) a apresentar o solo “The Part” no Auditório de Serralves a 24 de Abril. Neste âmbito, para além da sua participação especial nas Quintas de Leitura, no Teatro do Campo Alegre, a 22 de Abril, decorreu um workshop com a artista no Auditório de Serralves, a 26 de Abril. O evento foi produzido pela Obra Madrasta.

    22 de Abril, 2010 - 22h || Quintas de Leitura, Auditório do Teatro do Campo Alegre
    Participação especial da coreógrafa canadiana Antonija Livingstone.

    24 de Abril, 2010 - 22h || Solo ‘The Part’, Auditório de Serralves
    “Como tem sido regularmente debatido, os papéis sociais e performativos projectam em comum muito dos mesmos traços e fascínios. Existem diferentes formas de comportamento que um indivíduo reflecte no trabalho assim como numa festa, entre o ballet e a dança conceptual também existem igualmente diferentes modos de comportamento. Em The Part estes papéis são subtilmente mais do que matéria para uma peça livre e anárquica: habitada, questionada, transgredida e vazia de sentido, inteligentemente reformulada com novas significações e imprevisíveis energias sexuais (queer), incessantemente enredadas e difusas, criando um universo particular de associações e combinações entre o cliché e uma invulgar originalidade.”
    Jacob Wren

    Coreografia e Performance Antonija Livingstone
    Som, Luz, Cenografia e Figurinos Antonija Livingstone
    Direcção Técnica Alexandre Pilon-Guay
    Tournée 2010 Wilson Blakely
    Produção Executiva Kris Nelson / antonym inc / Montreal, Qc
    Produção Obra Madrasta | Fundação de Serralves / Serviço de Artes Performativas
    Apoios Les Bains Bruxelas Be. Hedvigsdal, Se., Conselho de Artes do Canadá e Conselho de Artes e Letras do Quebeque
    Agradecimentos Especiais Heather Kravas, Marie-Andree Gougeon, Benoît Lachambre, Meg Stuart, e Vera Mantero

    26 de Abril, 2010 :: 10h – 17h || Workshop Blood and Guts | Peace and Quiet, Auditório de Serralves
    O workshop irá operar como uma introdução a práticas personalizadas para potenciar o corpo e a imaginação para as questões que atravessam o trabalho performativo a solo.
    Práticas multidisciplinares serão abordadas para disponibilizar o corpo e a mente, de forma a podermos trabalhar em diferentes aplicações como a espacialização/instalação/coreografia, bem como na relação testemunha/espectador.

    O workshop é aberto a profissionais da dança, teatro e performance, assim como a estudantes de nível avançado, e outros curiosos em mover e ver através do seu Blood and Guts | Peace and Quiet.

  3. Biografia
    Antonija Livingstone (1971) é uma artista interdisciplinar. Ela cresceu no meio dos projectos itinerantes de extracção de ouro da sua família na Colômbia Britânica e no Yukon, Canadá. No inicio dos anos 80 em Vancouver antes de se mudar para Montreal e Europa, estudou e foi performer na Experimental Dance And Music (EDAM) com Peter Bingham e com o seu mais influente mentor, Jennifer Mascall, o coreógrafo e praticante de Bodymind Centering. Ela tem colaborado e apresentado o seu trabalho por toda a Europa com os coreógrafos choreographers Benoit Lachambre, (Confort et Complaissance, Not to Know, Bodyscan), Meg Stuart/Damaged Goods, (Visitors Only, Auf den Tisch, Somewhere in between),Vera Mantero, (Connexive, Até que Deus é destruído pelo extremo exercício de beleza). Em Berlim, colaborou com Eszter Salamon, (Reproduction) e Antonia Baehr (Stay in the Costume Stay in the Frame, Cat Calendar). A sua prática como coreógrafa é bastante autodidacta, tendo raízes nas intersecções da sua experiência com o Ballet Clássico, Contact-Improvisation, Artes Marciais Chinesas, e actuando como Drag King, em clubes e contextos Queer em todo o Canadá, em Nova York e Berlim, nos anos 90.

    Iniciou o desenvolvimento do seu próprio trabalho através do apoio do Les Bains :: Socio-Artistic Laboratory, em Bruxelas entre 2000-2004, onde surgiu o seu trabalho a solo, The Part. De 2003-2008, tem colaborado com a artista nova-iorquina Heather Kravas num processo de conversas coreográficas apoiada pelo Movement Research NYC, Canada Council for the Arts, Les Bains, Centre Choreographique de Franche-Compte a Belfort, France, e Le Quartz, Brest, France. Desta colaboração surgiu – a situation for dancing 05, um evento performativo de 4 episódios. A colaboração com a Coreógrafa Jennifer Lacey rendeu uma ode pastoral para o trabalho Culture & Administration: 2009/10, estreia no Festival de Avignon. Actualmente reside em Montreal, Quebec, onde desenvolve os seus estudos na técnica Alexander.