Built with Berta.me

  1. Ana Rocha (1982, Porto) Formação em História da Arte, Arte Contemporânea e Artes Visuais. Formação em dança contemporânea, performance, coreografia, contacto improvisação e dramaturgia. Iniciou o trabalho de produção em 2001, na área de artes visuais, tendo até à data cruzado outras disciplinas artísticas (teatro, música, dança contemporânea), no acompanhamento e organização de criações, programação e formação. Destaca Galeria Fernando Santos, Balleteatro, Festival da Fábrica, Serralves em Festa, Alkantara Festival, Cão Danado Cia. Foi membro da OOPSA | SOOPA colectivo. Bolseira InovArt 2010 em Berlim no Uferstudios Berlin e DanceWeb – Impulstanz 2012. Leccionou na Alquimia da Cor, Balleteatro Escola Profissional e Tanzfabrik Berlin. Criou o seu primeiro solo, Fraud by Nature, com estreia no Tanztage Berlin em 2012. Tem colaborado como performer ou co-criadora em projectos de artes performativas | dança contemporânea desde 2006. Destaca Fabienne Audeoud, Madalena Vitorino, Jorge Gonçalves, Dinis Machado, Isabelle Schad, Sandra Wieser, Keith Hennesy, Sebastian Matthias e Davis Freeman. Foi membro participante do projecto de cooperação Alemanha | França, desenvolvimento de pesquisa e critica para artes performativas |dança contemporânea, Transfabrik, dirigido por Franz Anton Cramer (2013). Fez parte do Deborah Hay, Solo Commissioning Project 2012, “Dynamic”, em Findhorn (Escócia). Colabora com regularidade como dramaturga e apoio coreográfico com projectos internacionais de artistas independentes. Desde de 2012, colabora com Meg Stuart, como assistente de criação e coreografia (Built to Last, projecto cinematográfico com Michael Borremans, Sketches | Notebook e Hunter). Co-fundadora da MEZZANINE associação, com Jorge Gonçalves, desde 2009.

    Ana Rocha

    (1982, Porto) Formação em História da Arte, Arte Contemporânea e Artes Visuais. Formação em dança contemporânea, performance, coreografia, contacto improvisação e dramaturgia. Iniciou o trabalho de produção em 2001, na área de artes visuais, tendo até à data cruzado outras disciplinas artísticas (teatro, música, dança contemporânea), no acompanhamento e organização de criações, programação e formação. Destaca Galeria Fernando Santos, Balleteatro, Festival da Fábrica, Serralves em Festa, Alkantara Festival, Cão Danado Cia. Foi membro da OOPSA | SOOPA colectivo. Bolseira InovArt 2010 em Berlim no Uferstudios Berlin e DanceWeb – Impulstanz 2012. Leccionou na Alquimia da Cor, Balleteatro Escola Profissional e Tanzfabrik Berlin. Criou o seu primeiro solo, Fraud by Nature, com estreia no Tanztage Berlin em 2012. Tem colaborado como performer ou co-criadora em projectos de artes performativas | dança contemporânea desde 2006. Destaca Fabienne Audeoud, Madalena Vitorino, Jorge Gonçalves, Dinis Machado, Isabelle Schad, Sandra Wieser, Keith Hennesy, Sebastian Matthias e Davis Freeman. Foi membro participante do projecto de cooperação Alemanha | França, desenvolvimento de pesquisa e critica para artes performativas |dança contemporânea, Transfabrik, dirigido por Franz Anton Cramer (2013). Fez parte do Deborah Hay, Solo Commissioning Project 2012, “Dynamic”, em Findhorn (Escócia). Colabora com regularidade como dramaturga e apoio coreográfico com projectos internacionais de artistas independentes. Desde de 2012, colabora com Meg Stuart, como assistente de criação e coreografia (Built to Last, projecto cinematográfico com Michael Borremans, Sketches | Notebook e Hunter). Co-fundadora da MEZZANINE associação, com Jorge Gonçalves, desde 2009.